Header Ads

CT do FC Cascavel é o 5º lugar em melhor estrutura do Paraná

Existem fatores diretos que interferem no desempenho em campo: preparo físico, alimentação adequada, saúde em dia. Mas há também uma série de outros quesitos que, indiretamente, mexem com o corpo e a mente dos atletas. Todos os jogadores carregam consigo muitas superações pessoais para conseguir dar andamento ao sonho do futebol. Deixam para trás o conforto de casa, ficam longe da família, mudam constantemente de cidade e, às vezes, precisam se adaptar a climas completamente diferentes e pessoas com comportamentos distintos.

É por isso que mais do que oferecer uma camisa para vestir e um campo para jogar, um Centro de Treinamento tem que se aproximar do aconchego de casa, sem perder de vista que também é um local de trabalho. Na busca por proporcionar uma estrutura que atendesse todas essas necessidades, diretores do FC Cascavel realizaram ao longo de 2017 inúmeras visitas a centros de treinamentos de grandes times. “Eu mesmo visitei Flamengo, Chapecoense, Atlético Paranaense. E assim percebemos o que seria necessário trazer para o FC Cascavel”, conta Sebastião Marques, diretor-geral do clube cascavelense.

Depois de um estudo de ampliação, em maio do ano passado, foi dado o apito inicial para as obras de reforma do CT. Até dezembro de 2017, 600 mil reais já tinham sido investidos no complexo de 30 mil m², e a cada dia uma nova mudança acontece. Os atletas percebem a evolução. “Dá para ver que todo dia tem uma coisa nova acontecendo, sempre para melhoria do clube e dos atletas. Noto que o que eles estão planejando para gente é uma estrutura de time grande, de time de série A”, observa o meia-atacante André Souza.

Esses passos garantiram que o clube estivesse na lista das melhores estruturas do estado. “Hoje nós estamos em 5º lugar como melhor CT do Paraná”, orgulha-se o diretor geral, ressaltando que a reforma continua em andamento e, ainda no primeiro semestre de 2018, devem estar concluídas as etapas de paisagismo, estacionamento e calçamento interno.

Tour pelo CT 

Para garantir o bem-estar e o rendimento dos atletas, o CT precisa funcionar como uma “mini cidade”. Para isso, o FC Cascavel conta com os seguintes espaços:

• Três campos: um com medidas oficiais, o segundo campo suíço e outro menor voltado para a base;
• Dois vestiários na beira do campo, além do vestiário central e vestiário para os árbitros;
• Banheiro feminino para jogos em casa, para o público feminino visitante;
• Sala para comissão técnica do time profissional e sala para comissão técnica da base;
• Cozinha e refeitório com capacidade para 90 pessoas sentadas;
• Salas de fisioterapia, psicologia, recepção e imprensa, além dos escritórios central e administrativo;
• Crioterapia: “piscina de gelo” usada para aplicar a técnica de fisioterapia que trata e evita lesões;
• Almoxarifado, rouparia e lavanderia para atividades do clube e lavanderia pessoal;

Equipe multiprofissional

Manter a saúde física e emocional de um atleta depende de muitos profissionais:

• Nutricionista que elabora o cardápio de acordo com as necessidades de um atleta, além de nutricionista esportivo que indica toda a parte de suplementação;
• Personal trainer e três preparadores físicos;
• Fisioterapeuta;
• Profissionais médicos variados;
• Dentistas;
• Psicólogo.

Descanso e lazer

O cotidiano de um atleta não é feito só de treinamentos. Também faz parte da preparação de um jogador, manter um tempo livre. Por isso o CT conta com:

• Alojamentos desde o sub-20, passando pelo sub-23 até o profissional. Todos com capacidade para 30 jogadores;
• Serviço de hotelaria para garantir a manutenção, limpeza e higiene dos alojamentos;
• TV Smart em cada alojamento, para acesso a filmes e músicas;
• Salão de jogos com mesas de ping pong e bilhar.

Planejamento

Apesar de estar recebendo melhorias, a atual estrutura do CT é vista como provisória, já que a intenção da presidência do FC Cascavel é profissionalizar ainda mais o clube. “São três frentes de planejamento que trabalhamos agora. Uma delas é utilizar o espaço de mais de 24 mil metros atrás do CT atual para construir uma estrutura voltada apenas para o time profissional. Temos ainda quatro alqueires no coração da cidade, onde acreditamos que no máximo em três anos podemos construir o nosso próprio CT e quem sabe nosso próprio estádio. E ainda reativar a memória da torcida cascavelense revitalizando o Ninho da Cobra”, almeja o diretor-geral.

Assessoria FC Cascavel/Foto: Divulgação FC Cascavel

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.