Header Ads

Copa Amop 2017: Rondon perde final para o Cafelândia

Rondon/Copagril
Não foi desta vez que Marechal Rondon conquistou o bi da Copa Amop de Futebol Regional. Neste domingo (05), no estádio Valdir Schneider, a AACC/ Copagril perdeu por 2 a 0 para Cafelândia e não conseguiu repetir o feito do Corinthians de Margarida em 2014.

Apesar de não ficarem com o título, os rondonenses saíram de campo aplaudidos pelo grande público que prestigiou a decisão e que soube reconhecer a ótima campanha do time comandado pelo técnico Rubens Durks, que venceu nove das 11 partidas que disputou e teve a melhor defesa da competição, com apenas cinco gols sofridos.

O jogo

O primeiro tempo da decisão foi bastante truncado e com poucas chances de gol. As melhores oportunidades foram em cobranças de falta de Mané, para a AACC, e Rael, para Cafelândia, que assustaram os goleiros Fabiano e Maga.  Após o intervalo as duas equipes se soltaram um pouco mais. Logo aos 4’, Paulinho cobrou falta da direita e a bola parou no travessão de Maga. Na melhor oportunidade da AACC em toda a partida, aos 23’, Mendonça cobrou falta da esquerda e Douglão apareceu na segunda trave, mas a cabeçada saiu por pouco.

Aos 36’, o atacante Miguel recebeu de Gogô na área, mas mandou por cima, mas dois minutos depois Cafelândia enfim abriu o placar. Dilsinho desceu pela esquerda e levantou na área, onde Miguel estava livre, com tempo para dominar e tocar rasteiro, sem chances para Maga.

Nos minutos finais a AACC tentou pressionar em busca do empate que levaria a decisão aos pênaltis, mas quem voltou a marcar foram os visitantes. Nos acréscimos, o artilheiro Rodrigo Monarca recebeu na área, passou por Djonatan e bateu cruzado para marcar o último gol da Copa Amop e fazer a festa da torcida de Cafelândia, que conquistou o tri e se tornou o maior campeão da Copa Amop.

Após a partida, o atacante Mané, camisa 10 e capitão da AACC, avaliou a participação da equipe na Copa Amo: “Infelizmente nossa apresentação foi muito abaixo. Enfrentamos uma equipe muito forte. Cafelândia chega em quase todas as edições nas finais, e Marechal ainda caminho a passos pequenos nestas competições regionais. Mas valeu para alguns atletas que nunca jogaram campeonatos assim adquirirem experiência. Conseguimos trazer bastante gente para o estádio, o que é difícil em nossa cidade. Perdemos para uma grande e que até a final fez a mesma campanha que a nossa. Todos estão de parabéns, AACC, Cafelândia e organizadores”.

O técnico da AACC, Rubens Durks, também fez um balanço da Copa Amop: “Nunca gostamos de perder uma final em nosso campo, mas precisamos respeitar Cafelândia, que desde 2014 tem praticamente a mesma equipe. Naquele ano eles também perderam em casa, para o Corinthians, e hoje nos deram o troco. Só posso agradecer à minha equipe. Até esse jogo nós e eles tínhamos a mesma campanha, mas nesta final nosso time não conseguiu jogar o que vinha jogando. Mas temos que ficar contentes com o vice, pois não é sempre que chegamos à final. Alguém teria que perder, e infelizmente desta vez fomos nós”.

Ficha técnica - AACC/ Copagril 0 x 2 Cafelândia

Local e data: Estádio Valdir Schneider - 05/11/2017
Arbitragem: Alter Ragadali, Jonatan Krupinski, Juliano Almeida e Lucas Prates
AACC: Maga; Leandro (William, depois Zé Colmeia), Djonatan, Douglão e Muriel; Alex (Maicon Schaffer), Mendonça, Everton (Paulinho) e Carlinhos; Fabiano (Edir) e Mané. Técnico: Rubens Durks

Cafelândia: Fabiano; Cleitinho, Pivatto, Borges e Dilsinho; Dri, Everton, Gogô e Rael; Miguel e Paulinho (Rodrigo Monarca).Técnico: Pinheirão

Olho No Lance/Foto: Divulgação

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.