Header Ads

Brasil busca manter títulos no vôlei de praia a partir de terça-feira, na China

O processo de renovação do vôlei de praia brasileiro inicia um importante capítulo nesta terça-feira (11.07), em Nanquim, na China. A cidade sediará o Campeonato Mundial Sub-21 até o próximo domingo (16.07) e o Brasil chega com a responsabilidade de ser o atual campeão nos dois naipes. Serão quatro times representando o país em busca de bons resultados.

No feminino, as atuais campeãs Duda e Ana Patrícia (SE/MG) começam direto na fase de grupos, a partir de quarta-feira (12.07), buscando defender a coroa. Já Vitória e Victoria (RJ/MS) partem do classificatório e precisam vencer dois jogos eliminatórios diretos na terça-feira (11.07) para ingressarem na fase principal do torneio.

As atuais campeãs também tem outro motivo para se sentirem ‘em casa’ na disputa do Mundial. Foi em Nanquim que Duda e Ana Patrícia conquistaram os Jogos Olímpicos da Juventude, em 2014. As boas recordações da cidade chinesa também vão empurrar a parceria, que será comandada pela técnica Cida Lisboa.

“Representar o Brasil é sempre motivo de orgulho, uma oportunidade que vamos agarrar com muita dedicação. Duda e eu temos um bom entrosamento dos torneios de base que disputamos juntas, nos conhecemos bem e vamos fazer nosso melhor. Temos ótimas lembranças de Nanquim, foi um dos momentos mais emocionantes que vivi no esporte, tomara que possamos criar mais memórias boas aqui”, disse Ana Patrícia.

No naipe masculino, os representantes serão Adrielson e Renato (PR/PB), este último campeão mundial Sub-19 em 2016, partem direto na fase de grupos, a partir de quarta-feira. Já Gabriel Gouveia e Rafael (RJ/PR), o último também campeão mundial Sub-19 junto de Renato, começam do classificatório, na terça. Assim como as meninas, eles precisam vencer dois jogos eliminatórios diretos.

“Ter enfrentado algumas das equipes no Sub-19 ajuda, sabemos um pouco de como jogam e da estratégia de alguns times internacionais. O objetivo é trazer novamente uma medalha, vamos nos dedicar ao máximo para representar bem o Brasil”, analisou Renato. “Conheci o nível técnico com a experiência que consegui em outros mundiais. Estamos preparados, realizamos ajustes no período de trabalho em Saquarema”, completou Adrielson.

A fase de grupos é composta por 32 times em cada naipe, com oito grupos de quatro equipes. Eles jogam entre si e os primeiros colocados vão direto às oitavas de final. Segundos e terceiros disputam uma etapa adicional, a repescagem,

A comissão técnica é composta pelos técnicos Robson Xavier e Ricardo Hugo Rodrigues (times masculinos), e Cida Lisboa e Fernando Duarte (times femininos).

Realizado desde 2001, o Mundial Sub-21 tem o Brasil como principal vencedor, tendo conquistado 12 títulos: cinco no masculino e sete no feminino (veja todos os campeões abaixo). Bruno Schmidt, Pedro Solberg e Bárbara Seixas, que representarão o Brasil nos Jogos Olímpicos de 2016, estão no hall de vencedores da competição.

Via: Assessoria Volei Brasil - Foto: Marco Antônio Teixeira/MPIX/CBV

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.